Pesquisar

Pastoral Carcerária elege nova coordenação diocesana

No dia 6 de junho, se reuniram na comunidade Sagrado Coração de Jesus, em Guarapuava, os agentes da Pastoral Carcerária (PCr) da diocese de Guarapuava para uma assembleia eletiva e formativa. Participaram representantes dos decanatos Centro, Pitanga e Pinhão.

A parte formativa do encontro foi assessorada pela irmã Luciene de Mello, coordenadora da Pastoral Carcerária no Paraná, que falou sobre a Missão da Pastoral Carcerária e conduziu a eleição na nova coordenação. O padre Marco Antônio de Miranda, missionário verbita que atualmente exerce seu ministério na Hungria, mas está de férias em Guarapuava, participou da animação e dos momentos de oração.

Confira quem são as pessoas eleitas para coordenar a PCr na diocese e suas respectivas funções:

Dom Amilton Manoel da Silva, CP – Bispo diocesano
Frei Alderico Machado Noletto, FMM – Assessor diocesano
Daniele Shinemann – Paróquia Santos Anjos de Guarapuava – Coordenadora diocesana
Juliano Cavassim – Paróquia São João Batista de Prudentópolis – Vice-coordenador
Elisabete Mogalski – Paróquia Santa Terezinha de Guarapuava – Secretária
Almir Antônio Jakuboswski – Paróquia Santos Anjos de Guarapuava – Tesoureiro
Talita Rios Leutner – Paróquia Santa Terezinha de Guarapuava – Advogada

Em uma publicação nas redes sociais, dom Amilton agradeceu a coordenação anterior e agradeceu a disponibilidade dos novos eleitos. “Gratidão à coordenação que está deixando. Vocês realmente serviram a Cristo no encarcerado. Parabéns à nova equipe pelo sim. Continuemos juntos. Deus vos abençoe!”, escreveu.

Em nota, a secretária Elisabete Mogalski lembrou sobre o propósito da Pastoral Carcerária e seu importante papel na promoção da dignidade humana:

À luz do Documento de Aparecida, o trabalho da Pastoral Carcerária tem uma atividade missionária no cárcere e naquilo que o circunda, sendo a presença da Igreja: aquela que somos e aquela que também representamos. Tudo isso acontece por meio das visitas dos agentes pastorais. Como Deus visitou o seu povo; como Jesus fez da visita uma de suas ações missionárias, a pastoral realiza as visitas para ir ao encontro de Cristo encarcerado (cf. Mt 25,36), nas unidades prisionais de nossa Diocese, levando às pessoas privadas de liberdade o amor misericordioso de Jesus, a esperança, a transformação e uma possível reconstrução de uma vida melhor e digna de Filhos de Deus.”

Nova coordenação diocesana da Pastoral Carcerária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

plugins premium WordPress