Pesquisar

Vinde e vede!

Após as festas natalinas, iniciamos os domingos do Tempo Comum, apresentando nas leituras do Evangelho o início da vida pública de Jesus. As leituras falam do chamado de Deus.

Na 1ª leitura (1Sm 3,3-10.19), Samuel, no silêncio da noite, se encontra com Deus, que o “chama”. A vocação é sempre uma iniciativa misteriosa e gratuita de Deus. O profeta torna-se profeta porque um dia escutou Deus chamá-lo pelo nome e a confiar-lhe uma missão. Samuel não reconhece logo a voz de Deus. Só consegue após quatro vezes e com a ajuda do sacerdote Eli. Deus não desiste diante de nossa surdez. Samuel responde: “Fala, Senhor, o teu servo escuta”. É a expressão de uma total disponibilidade, abertura e entrega face aos desafios e aos apelos de Deus. A vocação de Samuel ilustra a vocação de todos nós.

Na 2ª leitura (1Cor 6,13-15.17-20), Paulo afirma que, pelo Batismo, o cristão se encontrou com Cristo e se tornou templo do Espírito Santo. Não podemos profanar esse templo.

No Evangelho (Jo 1,35-42), temos o encontro dos primeiros discípulos com Jesus. O chamado nasce do testemunho de João Batista, a partir do qual formou-se uma corrente. Ninguém chega a Jesus sozinho. João Batista reconhece o Cristo que “passa” e aponta a dois discípulos, André e Filipe: “Eis o Cordeiro de Deus…”. Os dois vão ao encontro de Jesus e começa o Diálogo: “Que procurais:” “Mestre, onde moras?”, “Vinde e vede”… Foram e permaneceram com ele todo o dia. No dia seguinte André leva o irmão Pedro até Jesus. Felipe chama Natanael: “Encontramos o Cristo”. Só podemos encontrar Jesus, se alguém nos fala dele. “Vinde e vede”: Jesus continua nos chamando…

O que buscamos, quando vamos a Ele? Temos levado as pessoas a Jesus com o nosso testemunho?

Bom domingo!
Deus te abençoe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

plugins premium WordPress