Pesquisar

Fundação 22 de março de 1964

15 Comunidades

Padre Reonaldo Pereira da Cruz
Avenida Bento Munhoz da Rocha Netto, S/Nº
Caixa Postal 2006 – 85139-400
Colônia Vitória – Entre Rios – Guarapuava – PR
Fone: (42) 3625-1954 / (42) 9 9811-6531
E-mail: paroquiasaomiguel@hotmail.com.br
Site: www.paroquiasaomiguel.com.br

Secretaria – Horário de Atendimento

08:00 ás 12:00 e das 13:30 ás 17:30

Celebrações

Quarta-Feira as 19:00 – Missa
Domingo as 08:00 e 10:00 – Missa
Segunda-Feira as 18:00  – Terço dos Homens
Quinta-Feira as 17:30 – Terço com as OMA na língua alemã
Quinta-Feira as 18:30 – Adoração ao Santíssimo

Comunidades

Banhado Grande (Antigo)
Banhado Grande (Novo)
Banhados
Barreiros
Entre Rios
Vila São José
Paiol de Telha
Colônia Socorro
Colônia Cachoeira
Colônia Samambaia
Colônia Jordãozinho
Colônia Vitória
Encontro das Águas

Histórico

A Paróquia São Miguel Arcanjo, de Entre Rios, foi criada no dia 22 de março de 1964, pelo Bispo Diocesano de Ponta Grossa, Dom Geraldo Micheletto Pellanda. Uma das mais distantes da Diocese, a Nova Paróquia tinha potencial para crescer e se desenvolver enquanto comunidade. Esta era a visão de todos.

Esforços não foram medidos para que a nova Paróquia tivesse subsídios suficientes a fim de se sustentar e de dar suporte a todos da comunidade que dela precisavam. Vários Sacerdotes passaram pela nova Paróquia desempenhando as funções de Vigário e Pároco. Dentre os quais, são citados através de relatos históricos, os nomes de: Padre Wendelin Gruber (1964 a 1972). Jesuíta emigrante de sua pátria, libertado da prisão da Iugoslávia Comunista, foi o primeiro padre da Paróquia São Miguel Arcanjo. Ele contribuiu para a construção da igreja, casa paroquial, salão paroquial (São Geraldo), capela memorial Ave-Maria, além de outras obras no entorno.

Em seguida, vieram os Sacerdotes: Albano Berwanger (1972 a 1977), Oscar Puhl SJ, (1977 a 1984), Julius Muller Dimmler (1954 a 1992), Josef Werth (1992 a 2001), Francisco Pontarollo Neto (2001 a 2006), Jackson Tozzeto (2006 a 2018) e Reonaldo Pereira da Cruz (novembro de 2018 até o presente momento).

Na história da Paróquia São Miguel Arcanjo, há alguns fatos marcantes, como é o caso da história do Padre José Persch, que por 17 anos trabalhou em Entre Rios, dedicando-se às populações do interior daquela Região. De forma carinhosa, as pessoas passaram a chama-lo de “Padre do Mato”, apelido este que aceitou com benevolência e muito amor, segundo as pessoas que com ele conviveram. Os padres Antônio Landolt e José Fritzen ministraram a catequese e dirigiam o colégio Imperatriz Dona Leopoldina, referência educacional nas Colônias. Os padres foram substituídos pelo professor Raimundo Mathias May, tempos depois as Irmãs Dominicanas, depois de anos prestando serviços àquela comunidade, principalmente na área da saúde, cederam lugar às Irmãs Mercedárias, que passaram a trabalhar junto à população de Entre Rios, em janeiro de 1976. Elas tiveram forte atuação em se tratando da Vila dos Operários, um bairro considerado pobre que surgiu a partir da invasão de terras por algumas famílias e também em capelas do interior onde as celebrações aconteciam uma vez por mês. As religiosas então acompanhavam os sacerdotes e ajudavam nas celebrações, e também ministrando palestras aos moradores sobre os mais diversos temas.

CONSTRUÇÃO DA NOVA IGREJA DE SÃO MIGUEL

Tido como empolgado construtor de igrejas e escolas, o Padre Oscar Puhl foi quem alavancou o projeto de construção da nova igreja em Entre Rios. Ao chegar ao Brasil, em 1977, ela tinha em mente a realização de uma grande festa na comunidade a fim de arrecadar fundos para construir uma igreja que, segundo ele, fosse grande e capaz de acolher a crescente comunidade de Entre Rios. A festa foi realizada e, segundo a história, foi um sucesso.

Só em 1985, no entanto, teve início a construção da nova igreja, quando o Pároco daquela comunidade era o Padre Julius Muller Dimmler, que viera da Alemanha para trabalhar na região.

Através de doações recebidas do Brasil e da Alemanha, após a construção da nova igreja, também teve início às obras da casa paroquial. A inauguração das novas obras aconteceu em 19 de outubro de 1986.

plugins premium WordPress